Azeite em destaque na exposição "Sabores da Europa"

Sabores da EuropaO Museu de Portimão irá acolher de 26 de Janeiro a 31 de Julho, as exposições “A Taste of Europe/Sabores da Europa” e “Azeite - Saberes com Sabor” englobadas no projecto “Sabores da Europa” no qual participa, onde também estão envolvidos 9 museus da Suécia, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, Hungria, Escócia, Eslovénia e Portugal.
Neste projecto que conta com o apoio do Programa “Culture 2007-2013”, da União Europeia é abordada a questão “porque comemos o que comemos”, fazendo uma reflexão em diversos níveis como a ecologia, a tradição e a indústria
 
Construída a partir dos nove produtos alimentares escolhidos por cada museu, a exposição “Sabores da Europa” realça diferenças e semelhanças na alimentação de cada país, estimulando o conhecimento e a reflexão sobre a comida, o património, o ambiente, a produção e o consumo diário, especialmente entre os jovens europeus, desafiando-os, a partir da mostra, a partilharem opiniões sobre estes temas nos seus países, através da página do projecto: www.atasteofeurope.eu.
 
O Museu de Portimão contribuiu com o tema “Azeite - Saberes com sabor”, que foca um produto característico de Portugal, não só a nível gastronómico, mas também como componente essencial da cultura e da dieta mediterrânicas, sem esquecer as implicações quer para a saúde, enquanto gordura vegetal de excepcional qualidade.
 
Os núcleos da exposição, revelam a evolução histórica do produto azeite, dos olivais tradicionais aos recentes cultivares intensivos, do percurso milenar dos antigos lagares de varas, às mais recentes estruturas e tecnologias e utilizadas nos novos lagares.
 
Igualmente se evidenciam as alterações ligadas à sua comercialização a retalho, de porta em porta e nas bombas dispensadoras das antigas mercearias de bairro, até ao azeite embalado, em lata ou em garrafa, das grandes superfícies comerciais ou das modernas lojas gourmet.
 
O “carro dos azeiteiros” que percorria Portimão, parte do espólio da antiga mercearia Bia Flóro de Alvor, onde se destaca a bomba manual de azeite, o “carro aranha” da Fábrica Fialho, no qual eram transportados os bidões de azeite para as suas conservas, até ao mais recente e moderno lagar da Herdade do Marmelo, da Oliveira da Serra são, entre outras peças pela primeira vez expostas, um importante acervo cultural que promove um olhar actual, sobre a importância social e vital do azeite.